Monthly Archives: Abril 2011

image_pdf
Ao longo da história dos processos produtivos e administrativos, as organizações têm crescido em tamanho, complexidade e requisitos. Para assegurar a qualidade, a eficácia e a eficiência do todo, as organizações se subdividiram em processos que apresentam características exclusivas e resultados que podem vir a ser medidos e avaliados. Considerando que cada processo deve possuir entradas e saídas, diversas são...
Para que o processo produtivo de uma empresa possa funcionar bem, as suas entradas devem ser devidamente controladas, esses controles devem ser realizados em todo o processo de aquisição. O processo de aquisição consiste das seguintes etapas: Definição das características do produto – especificação; Escolha do Fornecedor – homologação; Avaliação da capacidade do fornecedor em produzir e fornecer o item – qualificação; Verificação...
A ISO 9001:2008 no seu item 7.4.1 – Processo de aquisição, deixa clara a importância de se estabelecer processos que assegurem a qualidade nos produtos adquiridos e que serão utilizados na produção ou no fornecimento de serviços da organização. Por exemplo: Uma montadora de automóveis deve garantir que os pneus adquiridos tenham qualidade, caso contrário, a qualidade do veículo fabricado...
Para que o fornecedor tenha condições para fornecer a matéria prima, o produto ou o serviço que a organização precisa, antes de mais nada, a organização deve possuir uma boa documentação descrevendo o produto a ser adquirido. Essa descrição deve ser tão detalhada quanto for a complexidade do produto ou serviço e a sua importância para a qualidade do...
Nesse momento, já escolhemos os fornecedores baseados em critérios de qualidade e especificamos detalhadamente o material que desejamos receber. Porém, isso não é tudo. A ISO 9001:2008 no item 7.4.3 – Verificação do produto adquirido, nos orienta a implementar inspeções ou outras atividades no momento do recebimento de tal forma que a organização possa, com certa margem de confiança,...
No item 7.5 – Produção e prestação de serviço, a ISO 9001:2008 divide as atividades produtivas em cinco grandes grupos, que tratam do controle produtivo da empresa, da validação dos processos, da identificação e rastreabilidade dos produtos, da guarda dos produtos dos clientes e da preservação dos materiais e produtos acabados do seu recebimento até a entrega nas mãos...
Existe uma diferença bastante importante entre verificar e validar. A ISO9000 diz o seguinte: VERIFICAÇÃO comprovação, através de fornecimento de evidência objetiva, de que requisitos especificados foram atendidos NOTA 1 O termo “verificado” é usado para designar uma situação correspondente. NOTA 2 A comprovação pode compreender atividades tais como: - Elaboração de cálculos alternativos; -...
Vamos iniciar consultando um bom dicionário para entendermos o item 7.5.3 – Identificação e rastreabilidade. O dicionário Aurélio nos diz: identificação 1.Ato ou efeito de identificar(-se). 2.Reconhecimento duma coisa ou dum indivíduo como os próprios. identificar 2.Determinar a identidade (2 e 3) de. 3.Determinar a origem, a natureza, as...
A ISO 9001 no seu item 7.5.4 – Propriedade do cliente, diz que tudo que for de propriedade do Cliente, deve ser cuidado de maneira especial. Entende-se como propriedade do cliente: produtos para serem incorporados ou trabalhado, por exemplo: o cliente manda peças metálicas para fazer tratamento de superfície. Essas peças metálicas são de propriedade do cliente; o cliente manda uma fibra...
Consultando rapidamente o significado da palavra “preservar” no dicionário, encontramos: pre.ser.var transitivo direto ou indireto ou pronominal manter(-se) livre de algum mal, dano ou perigo futuro; resguardar(-se), defender(-se) cuidar(-se) Ou seja, o item 7.5.5 – Preservação do produto, cobra da organização que mantenha seus produtos protegidos de qualquer coisa que possa danificá-lo agora ou no futuro. Com isso,...
A ISO 9001:2008 no seu item 7.6 - Controle de equipamento de monitoramento e medição exige que a organização determine quais os equipamentos de monitoramento e medição são necessários para gerar evidências sobre a conformidade dos produtos. Ou seja, deve haver uma relação de todos os instrumentos usados na medição e monitoramento dos produtos, por...
O capítulo 8 da ISO 9001:2008 é destinado a monitorar e medir o sistema de gestão da Qualidade, fornecendo dados para uma análise adequada e embasada em fatos confiáveis. Com essa análise, poder promover a melhoria contínua dos seus processos, produtos e serviços, levando à Satisfação do Cliente. A seguir, vemos a estrutura desse importante capítulo:
A ISO 9001:2008 no seu item 8.1 – Generalidades de medição, análise e melhoria, solicita da organização o planejamento e a correta implantação dos processos que assegurem as três principais etapas de um processo de melhoria sustentável, são eles: a medição; a análise do que foi medido; e a melhoria, baseada nas informações previamente coletadas e analisadas. Como resultado desse processo, a organização...
A ISO 9001:2008 no seu item 8.2 – Monitoramento e medição, exige que a organização mantenha um processo constante de monitoramento e quando necessário, medições de diversos pontos da organização. Os resultados desses monitoramentos e medições irão alimentar e retro-alimentar todo o sistema, fazendo com que a Direção e os Gestores, tenham...
Para atender ao item 8.2.1 – Satisfação dos clientes, a organização deve monitorar não somente a satisfação, mas também a insatisfação do Cliente, pois, nem sempre se pode contar com a manifestação positiva ou negativa dos Clientes. Diversos são as ferramentas e mecanismos que a organização pode dispor para realizar esse monitoramento. O mais importante é...
A ISO9001 possui uma lista de requisitos para um sistema de gestão da qualidade. Do capítulo 4 até o capítulo 8, tudo que está escrito deve ser cumprido. Além disso, no item 7.1 - Planejamento da realização do produto, a organização deve fazer um plano para produzir e realizar...
Nos dias atuais, raros são os casos de organizações que podem se dar ao luxo de desempenhar suas atividades sem a preocupação no desempenho dos seus processos. Num mundo globalizado, os consumidores possuem cada vez mais facilidades em comparar e optar por produtos que melhor satisfaçam as suas necessidades e desejos, sejam eles, preço, qualidade ou atendimento, sejam eles...
O ciclo de PDCA, é uma maneira organizada de se fazer as coisas, seja na solução de um problema, seja na hora de se fazer algo novo ou até mesmo nas tarefas do dia-a-dia. A maioria das empresas que têm um sistema de gestão utilizam essa mesma seqüência, garantindo que o que se quis fazer ficou bem feito e...
Para entendermos bem esse item, primeiramente devemos identificar o que a ISO chama de “Processos do Sistema de Gestão da Qualidade”. No item 4.1 – Requisitos Gerais, a ISO 9001:2008 começa solicitando que a organização identifique todos os processos relacionados ao sistema. Já no item 4.2.2 – Manual da Qualidade, a norma diz que os processos e as devidas...
Durante a transição dos séculos XIX e XX, surgem tanto nos Estados Unidos quanto na Inglaterra as primeiras consultorias organizacionais. Devido ao grande aumento na complexidade das indústrias principalmente nos Estados Unidos, começa a surgir a necessidade de profissionais especializados, como por exemplo, Engenheiros, Contadores e Advogados. Essa demanda seria então suprida pelos Consultores, profissionais com larga experiência em...
A NR 26 – Sinalização de Segurança, trata no seu item 26.1.5.2 do uso da cor vermelha dentro de uma empresa. A norma alerta que o vermelho NÃO poderá ser usado na indústria para indicar situações de perigo, pois, ao contrário do que se pensa, o vermelho é de pouca visibilidade, principalmente se comparada ao
Os dicionários não parecem nos ajudar muito. O dicionário Aurélio nos traduz medir e medição da seguinte forma: medir Verbo transitivo direto. 1.Determinar ou verificar, tendo por base uma escala fixa, a extensão, medida, ou grandeza de; comensurar: medição Substantivo feminino. 1.Ato ou efeito de medir; medida. 5.Fís. Medida. Ele nos define ainda a...
No item 7.1 - Planejamento da realização do produto a ISO 9001:2008 diz que a organização deve planejar a realização do produto tendo como base os seus requisitos. A norma fala também que deve ser planejada a: Verificação; Validação; Monitoramento; Medição; Inspeção; e Atividades de ensaio específicas...
Amostra é uma parte significativa de uma população que represente o todo. Dessa forma, ao analisarmos apenas a amostra, podemos ter uma idéia de toda a população em questão. Imagine que estejamos em uma fábrica de fósforos – essa é clássica. – Como poderemos saber se todos estão funcionando? Se testarmos 100%, não teremos o que vender. Em uma montadora...
Em várias etapas de qualquer processo, fazemos verificações. Essas verificações podem ser formais ou não. Uma inspeção feita pelo departamento da Qualidade é uma inspeção formal, assim como um teste de laboratório ou mesmo o processo de recebimento do nosso Cliente. Existem também as verificações informais, por exemplo, o empacotador, ele tem como função colocar o produto na embalagem,...
O dicionário Michaelis traduz ambiente como: 1 Que envolve os corpos por todos os lados. 2 Aplica-se ao ar que nos rodeia, ou ao meio em que vive cada um. sm 1 O ar que respiramos ou que nos cerca. 2O meio em que vivemos ou em que estamos: Ambiente físico, social, familiar. A. de campus, Inform: área...
Antes de iniciarmos a análise dos dados, a norma nos orienta a seguirmos alguns passos: Determinar os dados a serem analisados: No item 8.2, a norma diz que devemos medir: a Satisfação dos Clientes (8.2.1), o sistema, através de Auditoria Interna(8.2.2), os Processos, no que...
Prevista para entrar em consulta pública ainda em 2010, a futura NR 35 abordará a Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho. “Pensamos em uma norma de gestão integrada, com visão abrangente. Olhamos para o conjunto de riscos e fizemos diferenciações conforme o tamanho das empresas e as complexidades existentes", explica o pesquisador da Fundacentro, Gilmar Trivelato, que fez...
Aferição é o que hoje chamamos de calibração. É o ato de compararmos um instrumento de medição duvidoso com outro instrumento ou padrão confiável. Imagine que um paquímetro, instrumento de medição, cai no chão. Não sabemos se ele está ou não descalibrado, então, com um bloco padrão, um bloco que temos a certeza da sua medida, fazemos o teste e...
Quando, por algum motivo, agimos antecipadamente, a um problema em potencial, chamamos esta ação de “Ação Preventiva”. As ações preventivas podem ser originadas das mais diversas formas, desde uma simples observação até durante uma sofisticada reunião de FMEA.   Saiba mais sobre Ação corretiva: Ação Imediata, Ação Corretiva e Ação Preventiva
No dia 09/03/1983, quando foi promulgada a Portaria n.º 06, a NR 1 – Disposições Gerais, passou a ter no seu primeiro parágrafo o seguinte enunciado: “1.1 As Normas Regulamentadoras - NR, relativas à segurança e medicina do trabalho, são de observância obrigatória pelas empresas privadas e públicas e pelos órgãos públicos da administração direta e indireta, bem...
Quando ocorre algum problema, a primeira coisa que pensamos é que temos que tomar uma ação. Mas que tipo de ação? A ISO9000 identifica claramente três tipos, a Ação Imediata, a Ação Corretiva e a Ação Preventiva, vamos a elas: Ação Imediata Ação imediata é aquela que tomamos para amenizar as conseqüências do problema.   Ação...
image_pdf