ISO 9001:2008 – 6.2.2. Competência, treinamento e conscientização

image_pdf

A gestão de competências deve prever uma série de etapas para garantir que cada um dos colaboradores que possam afetar o atendimento aos requisitos do produto tenha condições de desempenhar seu papel com a devida maestria.

A ISO 9001:2008 no seu requisito 6.2.2 – Competência, treinamento e conscientização, exige o seguinte das organizações:

  • Que determine, para cada função que afete a conformidade com os requisitos do produto, as devidas competências, que se dividem em:
    • Conhecimento para a execução das suas tarefas com qualidade;
    • Habilidade de executar na prática o que lhe foi estipulado e
    • Atitude para realizar seu trabalho com qualidade, eficiência e eficácia.
  • Que teste, quando apropriado, as competências dos seus colaboradores a fim de identificar eventuais falhas e necessidades especiais de treinamento;
  • Aplicar treinamentos ou outra ação corretiva, onde e quando necessário a fim de atingir a competência requerida para a função;
  • Que a organização assegure que as ações tomadas para sanar as deficiências de competência sejam eficazes;
  • Que assegure que o pessoal esteja consciente da importância das tarefas que executa para atender os objetivos e conseqüentemente para o cumprimento da política da qualidade;
  • Que assegure que os colaboradores estejam conscientes quanto a pertinência do seu trabalho com o sistema de gestão da qualidade;
  • Por fim, que a organização guarde as evidências de:
    • Educação;
    • Treinamento;
    • Habilidade e
    • Experiência.

Essas evidências devem ser mantidas conforme reza o item 4.2.4 – Controle de registros da qualidade.

Na prática, normalmente, as organizações gerenciam as competências da seguinte forma:

  • Dividem os cargos por funções;
  • Determinam quais funções afetam os requisitos do produto;
  • Fazem uma ficha por função descrevendo o conhecimento, habilidade e atitude mínima para o cargo;
  • Anexam a essa ficha as evidências de que o colaborador atende aos requisitos de competência. Exemplo, diplomas, certificados de treinamento, experiência anterior ou resultados de avaliações práticas ou teóricas;
  • Verifica o que está faltando para que cada pessoa atenda aos requisitos mínimos;
  • Cria um plano de treinamento individual para sanar cada falta de competência.

Com isso, a competência de todo o pessoal está garantida, uma vez que o processo descrito acima passe a integrar o sistema de gestão da qualidade. Ou seja, terá um indicador de desempenho, será auditado e analisado durante a reunião de análise crítica e com isso, a direção fornecerá recursos para um próximo período em um ciclo de melhoria contínua.

Veja o que a ISO 9001:2008 nos tem a dizer sobre esse requisito:

A organização deve:

a)        determinar a competência necessária para as pessoas que executam trabalhos que afetam a conformidade com os requisitos do produto,

b)        onde aplicável, prover treinamento ou tomar outras ações para atingir a competência necessária,

c)         avaliar a eficácia das ações executadas,

d)        assegurar que o seu pessoal está consciente quanto à pertinência e importância de suas atividades e de como elas contribuem para atingir os objetivos da qualidade, e

e)        manter registros apropriados de educação, treinamento, habilidade e experiência (ver 4.2.4).

image_pdf

Alvaro Freitas

Graduado em Engenharia Elétrica pela Faculdade de Engenharia São Paulo, Especialista em Gestão da Produção pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar , Engenheiro da Qualidade pela Poli-USP e Especialista em Educação em Ambientes Virtuais pela Universidade Cruzeiro do Sul - UniCSul. Atuou por mais de 20 anos na indústria Automotiva e 10 anos na indústria de Telecomunicações. Autor de 3 livros relacionados a sistemas de gestão e educação online.

Website: http://academiaplatonica.com.br

2 Comments

  1. Lí várias vezes e não consegui entender o 6.2 no que refere ao tempo de experiência, a norma não é clara.

    Pergunta:
    o tempo de experiência pode ser considerado o perido de experiência determinado pela CLT?

  2. Eliane Escanavaque

    Bom dia Sr:Alvaro!
    Tenho uma duvida, se descrevi no descritivo de cargos que para uma determinada função o funcionário tem que ter ensino fundamental,so que a pessoa candidata a vaga tem somente ensino fundamental incompleto apesar que tem anos de experiência na função. Posso contrata-lo justificando que mesmo não tendo ensino fundamental completo tem tempo de experiencia na área?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *