Plano de Qualificação de produto ou Qualification Plan

image_pdf

Quando se inicia o desenvolvimento de um novo produto ou serviço, uma série de necessidades e expectativas é gerada. O projeto é feito para atendo-las, mas como ter certeza, no final do projeto, de que todos estes anseios foram atendidos? Para isso, existe o Plano de Qualificação, ou em inglês, “Qualification Plan”.

A primeira tarefa é identificar o que o Cliente espera do seu produto ou serviço, essa é a voz do Cliente. Em seguida, devemos identificar se existe alguma norma ou lei que rege o que você está fazendo. Pode ser uma norma ABNT, uma norma internacional, uma lei Federal e assim por diante. Por último, acrescentamos as funcionalidades que nós queremos para o nosso produto.

A próxima fase é planilhar tudo, identificando para cada componente, sua devida função. Vamos a um exemplo:
Produto: cabo de energia, esses que usamos em casa para ligar uma lâmpada.

Componentes:

  • Fio de cobre;
  • Capa de plástico;
  • Gravação.

Funções:

  • Fio de cobre:
    • Conduzir eletricidade;
    • Resistir a devida corrente elétrica;
    • Resistir a determinada força de tração;
  • Capa de plástico:
    • Isolar o fio de cobre;
    • Agüentar calor;
    • Não propagar fogo;
    • Não emitir gazes tóxicos ao queimar;
  • Gravação:
    • Indicar o tipo de cabo;
    • Indicar a capacidade do cabo;
    • Identificar o Fabricante;
    • Indicar o lote;
    • Indicar a metragem;
  • O cabo completo:
    • Ser flexível;
    • Ter o diâmetro adequado;
    • Ter o peso adequado;

Vamos dizer que sejam essas as características desejadas do meu produto, então temos que planejar os testes a serem feitos, para isso, devemos identificar o seguinte:

  1. Tamanho da amostra;
  2. Procedimento de teste;
  3. Condições do teste;
  4. Critério de aceitação.

Cada um desses itens deve ser aplicado a todas as características identificadas no nosso produto.
Vamos pegar como exemplo a característica “Conduzir eletricidade” do fio de cobre:

  • Amostra: 10 rolos de 100m;
  • Procedimento: medir a resistência elétrica do cabo; aplicar uma corrente elétrica de 15 A, durante 96 horas; medir novamente a resistência;
  • Condições do teste: o cabo deve estar no rolo, a uma temperatura de 30º C;
  • Critério de aceitação: a resistência inicial não pode ser maior do que 1,5 Ohms e a diferença entre a inicial e a final não pode ultrapassar 1%.

Vale lembrar que todo bom plano deve ter: nome do responsável e prazo para conclusão.

O Plano de Qualificação deve ser um “decision point”, ou seja, o projeto tem que parar até que o produto tenha sido testado e aprovado e para cada nova produção na fase do desenvolvimento, esse momento seja previsto: no protótipo, na primeira produção e na produção seriada.

image_pdf

Alvaro Freitas

Graduado em Engenharia Elétrica pela Faculdade de Engenharia São Paulo, Especialista em Gestão da Produção pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar , Engenheiro da Qualidade pela Poli-USP e Especialista em Educação em Ambientes Virtuais pela Universidade Cruzeiro do Sul - UniCSul. Atuou por mais de 20 anos na indústria Automotiva e 10 anos na indústria de Telecomunicações. Autor de 3 livros relacionados a sistemas de gestão e educação online.

Website: http://academiaplatonica.com.br

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.