Amostragem

image_pdf

Amostra é uma parte significativa de uma população que represente o todo. Dessa forma, ao analisarmos apenas a amostra, podemos ter uma idéia de toda a população em questão.

Imagine que estejamos em uma fábrica de fósforos – essa é clássica. – Como poderemos saber se todos estão funcionando? Se testarmos 100%, não teremos o que vender. Em uma montadora de automóveis é diferente, pois podemos testar todos os carros fabricados.

Ainda que possamos testar tudo, devemos avaliar se o custo vale a pena.

Produtos bastante homogêneos, como líquidos, por exemplo, uma pequena amostra representa um todo. Para outros produtos, devemos fazer testes e calcular o risco. Em casos mais extremos, como aparelhos de marca-passo, pára-quedas ou até mesmo preservativos, para estarmos seguros, devemos realizar testes individuais, podendo dizer que usamos uma amostragem de 100%.

As amostras podem ser aleatórias ou não aleatórias, representativas ou viciadas. Segundo Marconi e Lakatos (1996, p. 28) :

“amostra é uma parcela conveniente selecionada do universo (população); é um subconjunto do universo”.

image_pdf

Alvaro Freitas

Graduado em Engenharia Elétrica pela Faculdade de Engenharia São Paulo, Especialista em Gestão da Produção pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar , Engenheiro da Qualidade pela Poli-USP e Especialista em Educação em Ambientes Virtuais pela Universidade Cruzeiro do Sul - UniCSul. Atuou por mais de 20 anos na indústria Automotiva e 10 anos na indústria de Telecomunicações. Autor de 3 livros relacionados a sistemas de gestão e educação online.

Website: http://academiaplatonica.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.