Artigos da tag: ABNT NBR ISO 9001:2015

image_pdf

ISO 9001:2015 – Controle de Registros

Quem está acostumado com a ABNT NBR ISSO 9001 – Sistema de Gestão da Qualidade nas versões anteriores à 2015, leva um susto ao analisar a versão da ISO 9001:2015 no que se refere ao “Controle de Registros”. A versão antiga de 2008 tinha o item 4.2.4 exclusivamente para isso. Ela dizia assim: 4.2.4. Controle de registros da...

ISO 9001:2015 – Ambiente de trabalho

Um ótimo exemplo de item que ganhou destaque na nova revisão da ABNT NBR ISO 9001:2015 – Sistema de Gestão da Qualidade é o item que fala sobre o ambiente de trabalho na empresa. Na versão antiga da norma, o ambiente de trabalho era tratado no item 6.4 como mostrado a seguir: 6.4. Ambiente de trabalho A organização...

ISO 9001:2015 – Indicadores de desempenho – KPI

Inicialmente vamos definir o que são “Indicadores de Desempenho” para um sistema de gestão da qualidade baseado na revisão 2015 da ISO 9001. O indicador de desempenho é algo que indica se uma determinada característica está melhorando ou piorando o desempenho de algo. Em inglês, é conhecido como “Key Performance Indicator” ou simplesmente KPI. A melhor maneira de se...

ISO 9001:2015 – Política da Qualidade

Antes de começar a analisar as versões da norma ABNT NBR ISO 9001 – Sistema de Gestão da Qualidade, vamos deixar bem claro o que vem a se a “Política da Qualidade”. Segundo o dicionário Michaelis, política significa: “ 5 Arte ou vocação de guiar ou influenciar o modo de governo pela organização ”, ou seja: A política é um...

ISO 9001:2015 – Processos obrigatórios

A ISO 9001:2015 - Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos, tem como um dos princípios, ser uma norma que possa ser aplicada à qualquer tipo de empresa, dessa forma, ficaria difícil para o comitê da ISO estabelecer os processos obrigatórios. Porém, a definição dos processos fica a cargo de cada empresa e não considerar um processo que deveria...

ISO 9001:2015 – Mapa de Processos ou macroprocesso

Na versão de 2008 da ISO 9001 – Sistema de Gestão da Qualidade, a organização tinha que determinar os processos e a sua sequência, para isso, era usual se desenhar um mapa de processos, também chamado de macroprocessos e documenta-lo no Manual da Qualidade. Veja abaixo um trecho do item da ISO 9001:2008 que gerava essa necessidade: 4.1. Requisitos gerais A...

ISO 9001:2015 – 7.5 Informação documentada

A ISO 9001 tem evoluído muito em relação a documentação do sistema. Na versão de 1987, a ISO dava uma importância enorme a procedimentos. Implantar um sistema baseado na ISO era construir uma fábrica de procedimentos. Isso traumatizou muita gente. Por outro lado, com a versão 1994 e depois com a versão 2000 da norma, os documentos obrigatórios se resumiam...

ISO 9001:2015 – RD Representante da Direção

A nova versão da ISO 9001:2015 – “Sistema de Gestão da Qualidade – Requisitos” traz uma mudança significativa em um personagem muito conhecido nas empresas certificadas na ISO 9001, o RD ou Representante da Direção. Veja o que a versão de 2008 da ISO 9001 no seu item 5.5.2 dizia sobre esse profissional: 5.5.2. Representante da direção A Alta Direção deve indicar...

ISO 9001:2015 – Estrutura de alto nível HLS

Se temos que começar a mostrar as mudanças da nova versão da ISO 9001:2015 – “Sistema de Gestão da Qualidade – Requisitos” em relação à mesma norma na versão 2008, então vamos começar pelo princípio. Hoje trataremos da mudança estrutural da norma. A nova versão da ISO9001:2015 deixou a estrutura básica da norma exatamente igual à da ISO 14001:2015 –...

ISO 9001:2015 – Calendário de transição

No dia 15 de Setembro de 2015, tanto a  NBR ISO 9001 (Sistema de Gestão da Qualidade) quanto a NBR ISO 14001 (Sistema de Gestão Ambiental) foram revisadas. Essas mudanças não aconteceram da noite para o dia, para se ter uma noção, veja o projeto de desenvolvimento da ISSO 9001:2015: Dezembro de 2012 – Proposta de revisão NWIP; Junho de 2013...

ISO 2015 – As principais mudanças

A ISO - International Organization for Standardization, durante o ano de 2015, liberou uma série de revisões de normas já existentes. Um dos motivos para essas revisões foi a padronização das estruturas das normas. Com as estruturas padronizadas, fica mais fácil para as empresas, aderirem a diversas normas ao mesmo tempo e de forma integrada, ou seja, atendendo com...
image_pdf